Pé na estrada

Esse não é um post clichê sobre como as mulheres são guerreiras. Todo mundo já sabe disso. É só uma espiadinha despretensiosa em uma atividade muito legal que vem crescendo em todo Brasil – embora estejamos presenciando aqui na região de Curitiba: as caminhadas de aventura, Hiking ou Trekking.

DSC_0067

Um grupo de garotas, de todas as idades, comemorou o dia internacional da mulher assim, com o pé na estrada, na trilha, rumo ao autoconhecimento, sob a chuva, sob a pressão de ser tudo o que se espera, no frio, aquecidas por um sentimento de comunhão lindo. O movimento Mulheres na Montanha começou em 2005, no Rio de Janeiro e este ano teve atividades acontecendo simultaneamente em todo o Brasil. Aqui na região, foi no Morro do Canal, em Piraquara. As participantes curtiram uma aula de ioga e algumas delas ainda deram uma esticadinha até a área dos Mananciais da Serra, que integra o Parque Estadual do Pico do Morumbi.

DSC_0008

Atividades como esta são promovidas quase todo fim de semana, por diversos grupos. Elas possibilitam a prática de exercícios físicos mesmo para quem não tem condicionamento físico de atleta, além disso, os passeios promovem um contato estreito com a natureza. Quer inspiração para trilhar novos rumos? Assista esse trailer aqui. Pra encontrar parceria é só buscar os grupos de caminhada da sua cidade. E vale lembrar: toda jornada começa com um primeiro passo!

Anúncios

Nosso caso de amor com o Pinterest

Dizem por aí que o facebook é como a geladeira: a gente vai dar uma olhada mesmo sem saber o que realmente quer por lá. Abre, atualiza, checa no celular, atualiza de novo e quando a timeline finalmente se movimenta lá vem mais um dos ‘amigos’ que você mal conhece reclamar sobre o governo ou sobre os protestos, sobre o sol ou sobre a chuva. Mesmo assim passamos quase todos os dias e os dias inteiros conectados. Até porque a rede tem suas vantagens, como o contato com amigos que moram longe, atualização instantânea dos amigos que moram perto mas não se encontram com tanta frequência, ou só a boa vibe que alguns iluminados fazem questão de compartilhar.

Mas já faz algum tempo que a Calix se apaixonou por uma outra plataforma. Ela veio sem alardes para o Brasil e hoje já é bem popular por aqui, embora a maioria dos posts ainda sejam feitos em inglês. No começo, você precisava solicitar um convite, hoje é só entrar e se encantar com os pins. Mas fica o aviso: você não vai conseguir largar o Pinterest!

Era só uma busca por um bolo para fazer na Páscoa. Agora você vai querer ser chef confeiteira!

Era só uma busca por um bolo para fazer na Páscoa. Agora você vai querer ser chef confeiteira!

Como se fosse um mural, você pode ir acrescentando tudo o que achar bonito, o que quiser guardar pra ler depois, imprimir ou compartilhar. Os temas são quase infindáveis, as combinações são diversas e quando você percebe já não consegue escolher a sobremesa do fim de semana sem saber quais são as receitas trending no momento. Com menos interação social, menos spam (e menos chororô) o Pinterest não substitui as ferramentas de espaços como o Twitter, Instagram e Facebook (claro que também estamos aqui), mas pode ser aquele seu quarto craft virtual, onde você guarda coisas lindas e exercita seu lado mais artístico e talvez o mais real. Só não vale eliminar a materialidade pra viver o mundo dos sonhos. Traga o que for legal para o seu dia-a-dia. Ah e se você já tem suas boards no Pinterest, siga a Calix clicando aqui!

Vai casar?? Ou você escolhe o vestido antes do Pinterest ou vai querer ter umas cinco festas diferentes! =)

Vai casar?? Ou você escolhe o vestido antes do Pinterest ou vai querer ter umas cinco festas diferentes! =)